07/02/2019

Paulo Correa cobra o cumprimento do piso salarial do magistério em Barretos


Assim como em anos anteriores, o vereador Paulo Correa (PR) apresentou requerimento cobrando o cumprimento do piso salarial do magistério em Barretos. “O piso foi reajustado para R$ 2.557,74 desde o dia 1º de janeiro de 2019. O reajuste anunciado pelo Ministério da Educação e o Ministério da Fazenda foi de 4,17% comparado ao piso de 2018, que era de R$ 2.455,35”, disse Paulo Correa. O valor corresponde ao vencimento inicial dos professores do magistério público da educação básica, com formação de nível médio e jornada de 40 horas semanais.


A atualização do piso salarial do magistério é determinada pela Lei Federal 11.738/2008, e deve ser realizada todo ano, com base no crescimento do valor mínimo anual por aluno do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB). Em Barretos o piso foi instituído no ano de 2012, após luta do vereador Paulo Correa que desde seu primeiro mandato se empenha pelas reivindicações da educação de Barretos.


O parlamentar ressalta que a valorização dos profissionais da educação é um dos requisitos para educação de qualidade, apesar de o reajuste ser o menor desde a instituição da lei do piso, 4,17%, é de extrema importância à valorização desses profissionais. “Em Barretos, desde 2012, ano em que o piso foi instituído, a Administração Municipal tem cumprido a lei”, disse o vereador.


Ainda no documento encaminhado a Administração Municipal, o vereador cobra para que o percentual de 4,17% do Piso Nacional do Magistério de 2019 seja estendido a todos os níveis e padrões da tabela do quadro do magistério de nosso município.


Aline Trinca / Assessoria Parlamentar


Veja também...

MAIS MATÉRIAS