11/03/2019

Paulo Correa questiona prorrogações de contrato da UPA com a ABBC e pede seu cancelamento

Créditos: Tininho Júnior


Em razão das constantes denúncias e reclamações da demora no atendimento à população na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), o vereador Paulo Correa (PR) encaminhou requerimento ao Executivo questionando os 5 aditamentos do contrato com a empresa gestora Associação Brasileira de Benefício Comunitário (ABBC).


“Em 2015 houve um chamamento público para gestão da UPA, onde a ABBC foi a vencedora, desde então a Administração Municipal já aditou o contrato por 5 vezes, mesmo com a existência de constantes reclamações quanto à demora no atendimento, além da autuação pelo Conselho Regional de Medicina aplicada em 2017 que em vistoria no local, constatou médicos sem salários e sem contrato de prestação de serviço, falta de medicamentos, entre outras irregularidades, o que demonstra claramente a má gestão”, disse Paulo Correa.


O parlamentar ressaltou ainda a instituição da Comissão de Acompanhamento e Avaliação do Contrato pela Prefeitura para verificar trimestralmente as atividades desenvolvidas pela ABBC. “Essa comissão provavelmente constatou e apontou as falhas que levaram a esse caos, e mesmo assim o contrato tem sido sistematicamente aditado, ignorando as graves mazelas que tal gestão tem causado a população”, disse Correa. “Quero saber por quais motivos a Prefeitura ainda não cancelou o contrato, visto o quadro caótico pelo qual passa a UPA”, concluiu.


Contratação de nova empresa: em entrevista à jornalista Adelaide Lavanini, para o programa O Repórter Sabe Tudo da rádio O Diário, no dia 04 de março, o vereador Paulo Correa defendeu a quebra do contrato com a ABBC, empresa gestora da UPA.


Aline Trinca / Assessoria Parlamentar

Veja também...

MAIS MATÉRIAS